22.10.05

Suspiro


Certa vez li um texto que dizia que nossa vida devia ser ao contrário... nascermos com a morte e morrermos com o nascimento... Sair da velhice para chegar à infância. Por muito tempo questionei o quão verdadeiro seria. Não cheguei a conclusões... Acho que não poderia chegar sem antes viver tudo. Vivendo aos poucos as coisas já são complicadas. Talvez a infância fosse mais alegre, a única preocupação era o horário da brincadeira; qual seria a próxima travessura a ser feita... Mas me lembro nessa época de querer crescer, fazer o que minha idade não permitia... O que me impediam de fazer dizendo que “isso é coisa de gente grande”. Eu queria ser grande!!!
Hoje quando penso em fazer coisas de “gente grande” quero voltar à infância e ter o discernimento que tinha. Ter o olhar verdadeiro do meu amigo imaginário me aconselhando. Ter minha mãe segurando minha mão antes do dormir. Ter aquela energia de cair, machucar toda, mas levantar e continuar a brincadeira... Afinal, não é um tombo que derruba uma criança. Mas quando tento voltar, não posso! E dessa vez o que escuto é que “você não é mais criança para fazer isso”... Sim, a vida talvez seja complicada demais, paradoxal ao extremo. Mas é a vida, e é nesse caos que a cada ano que passa procuramos uma desculpa para responder às questões que nos colocam. É nesse caos que nos rendemos à idade, que não queremos admitir que sendo criança não devemos ser grandes e sendo grandes poderíamos sim ter um pouco da criança que um dia fomos!
É nessa ânsia de tentar explicar cada idade que perdemos o brilho de cada uma. Nostálgicos, idealistas e mesmo utópicos.
A vida é uma... Cada idade é uma...
Talvez quando chegar à velhice perceba que estou nascendo para uma vida e não morrendo por outra... Talvez esse seja o sentido daquele texto que citei.

A descoberta de cada um nasce a cada dia que se constrói o próximo suspiro de vida!

.....2 décadas......

3 comentários:

Jack Pai disse...

Poizé filhota! Duas décadas... (ainda não entendi como você consegue ser mais velha que eu, mas tudo bem - será q a vida é ao contrário?)
Orgulhozíssimo de você!!
Ótimo texto!!
bjossss

Danilo disse...

Olha a idade pesando, né mandinha?!!!
Imagina quando chegar aos 22...hehe
Também acho que devemos aproveitar cada idade, pra depois não ficar pensando o que poderia ter feito se voltasse atrás. Tem gente que fica só pensando e deixa o tempo passar sem aproveitá-lo...
Acho que vc está aproveitando...
Continue assim!!!
Bjo

tigresse disse...

ah, mandita.. e eu num sabia do seu niver ;/ maa vale os parabéns atrasados? huhu.. queria poder dar um abraço pessoalmente. amei o texto, e eu tb li o q vc menciona.. é de chaplin, tão genioso qnto o que vc escreveu. bjos :*